sexta-feira, 5 de agosto de 2011

HEAVE-HO!

Um dos mais famosos livros japoneses, Musashi, de Eiji Yoshikawa, foi traduzido no Brasil, diretamente do japonês, por Leiko Gotoda e publicado pela editora Estação Liberdade.



Infelizmente, ainda não lemos esta tradução, que vendeu mais de 100 mil exemplares e se tornou um fenômeno editorial.

Ok, não lemos o livro, mas... vimos os filmes!

O livro de Yoshikawa já virou até história em quadrinhos (ou, antes que os fãs fiquem nervosos, virou mangá), mas a trilogia cinematográfica do diretor Hiroshi Inagaki, Samurai, talvez seja sua adaptação mais conhecida (o primeiro filme, lançado em 1954, ganhou o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro).

Nós assistimos à trilogia com legendas em inglês e, como não sabemos japonês (ainda!), não temos condições de fazer qualquer comentário sobre a qualidade delas.

No entanto, durante o primeiro filme surgiu uma expressão que nos atiçou a curiosidade... Depois de ser caçado intensamente, Takezo (o futuro samurai Myiamoto Musashi) é capturado pelo monge Takuan. Levado para uma aldeia, Takezo é amarrado e içado por sobre o tronco de uma árvore.

Acontece que, enquanto os aldeões puxam a corda em que Takezo está amarrado, eles gritam algo que, na legenda em inglês, ficou assim:


Como não conhecíamos essa expressão, fomos procurá-la nos dicionários!

Heave tanto pode ser o verbo “levantar”, “erguer”, “hastear”, como também pode ser o substantivo para a própria ação de levantar (“levantamento”), erguer (“erguimento”) ou hastear (“hasteamento”) alguma coisa.

Inicialmente, descobrimos a expressão heave-ho no dicionário online Merriam Webster, que a define como uma interjection used when heaving on a rope.

Contudo, o “Novo Dicionário Barsa das Línguas Inglesa e Portuguesa – Volume 1” (Appleton-Century-Crofts, 1964) é mais específico e classifica a expressão heave ho! como um “termo náutico”, que pode ser traduzida como “Iça!”, “Puxa!” ou “Levanta ferros!”.

Confirmamos esse sentido no dicionário online Free Dictionary (a sailors' cry, as when hoisting anchor) e no “New Dictionary of American Slang” (Robert L. Chapman; Harper & Row, 1986), que afirma haver registros da expressão náutica heave and ho desde o século 16.

Agora, uma vez que os aldeões não estão em alto-mar, a solução para a tradução da legenda em inglês seria usar um bom e velho “puxem!” ou “força!”, não acham?

De qualquer forma, fica aqui o registro de uma expressão pouco conhecida que, nos EUA, também pode ser usada como uma gíria para dispensar alguém de seu emprego ou terminar um relacionamento (She gave him the old heave-ho)!

3 comentários:

  1. Demais o blog. Parabéns aí, gente. Trabalho bacana mesmo.

    ResponderExcluir
  2. Oficina, muito obrigada pela visita e pelo elogio! Seja bem-vindo para voltar sempre e comentar quando quiser!

    ResponderExcluir